segunda-feira, 18 de maio de 2009

Definição de "Esportes de Aventura"


Muitas podem ser as definições encontradas para "Esportes de Aventura" mas pode-se considerar esportes de aventura, atividades que ofereçam alguma emoção (ou adrenalina) atraves do risco ao praticar, entretanto, o que pode definir o maior grau de risco, normalmente é a forma como é praticado.


A maioria desses esportes não são o que se pode chamar de "convencionais", são atividades diferentes das que normalmente se vê em programas de TV comuns... arco e flexa por exemplo, travessia, down hill, caving, entre vários outros, que raramente tem suas práticas divulgadas na mídia em geral, simplesmente porque têm um público muito específico e pouco ou nenhum retorno publicitário.

E mesmo sendo pouco difundida, a prática desses esportes têm crescido e se popularizado especialmente nas camadas sociais mais baixas, provavelmente devido ao baixo custo de muitas delas... entretanto, o risco de acidentes aumenta quando se negligencia o mais simples ítem de segurança, seja por motivo de economia, conforto ou até pelo absurdo de "agradar" o turista... mesmo as atividades mais simples possuem risco e devem ser praticados com muita seriedade, considerando todos os ítens auxiliares e equipamentos de segurança, que são imprescindíveis.

Esclarecer como funciona e os detalhes dos esportes de aventura mais praticados, é uma forma que encontrei para divulgar e tornar mais conhecidos os esportes de aventura, que são um dos melhores meios de se interagir com a natureza, manter a forma de modo saudável e além de tudo isso, ganhar consciência ambiental.

Definições de Esportes de Aventura:


Off Road: A tradução literal significa “fora de estrada”, portanto, toda situação onde uma via oficial não existe pode ser denominada tecnicamente como “Off Road”, entretanto, cada situação pode apresentar um nível de dificuldade e exigir mais ou menos tanto do veículo quanto do piloto. Em condições ideais, considerada atividade de nível baixo de risco.

Balonismo: Esporte aéreo praticado em balão de ar quente e tido como o mais seguro meio de vôo que existe, possui adeptos em todo o mundo e no Brasil vem se tornando cada vez mais popular. Para encher o balão se utiliza gás propano na forma líquida, muito mais potente que o gás de cozinha por exemplo. Armazenado em cilindros, o gás permanece líquido até entrar na serpentina do maçarico, onde no estado gasoso, é queimado para aquecer rapidamente o ar dentro do balão, permitindo um vôo confortável, seguro e inesquecível. Atividade de baixo risco atestada por diversas entidades internacionais.

Camping: O campismo não é propriamente um esporte mas é um recurso para a prática de diversas outras atividades “out door” e muitos o utilizam simplesmente pelo prazer do contato direto com a natureza e sensação de liberdade que uma barraca nas costas proporciona. Hoje com muitas opções de campings que oferecem confortos mínimos como banheiros, chuveiros e alguma segurança, o camping selvagem (em locais isolados e sem estrutura) gradativamente é deixado de lado, salvo em situações onde este seria um último recurso ou adeptos mais radicais e aventureiros. Vários ítens são essenciais para um bom camping e a quantidade deles depende de quanto tempo se pretende ficar "ao ar livre". Atividade de baixo risco.

Down hill: Derivado do Montain Bike, a grosso modo, o Down hill é um esporte de competição com regras específicas, que consiste basicamente em aproveitar os declives das trilhas acidentadas das montanhas para descer o mais rápido possível e vencer a corrida. Existem também aqueles que praticam o Down hill apenas para apurar a técnica, lutando somente contra o relógio. Exige vários equipamentos de proteção e alta técnica. Atividade de alto risco.

Canoagem: Conduzir uma embarcação, canoa ou caiaque em corredeiras de rio, em calmas represas ou mesmo em mar aberto ou abrigado somente com o auxílio de remos ou por vezes as próprias mãos exige mais do que experiência... é preciso alguma resistência física e treinamento, portanto é considerada uma atividade de risco médio que oferece uma possibilidade de estar onde poucos já estiveram e experimentar sensações ímpares.

Rafting: Praticado com bote inflável em equipe com mínimo recomendável de cinco pessoas, consiste em descer corredeiras de rios que são classificados em nível de dificuldade de 1 a 5. Com técnicas específicas e equipamentos de proteção especiais, deve ser praticado apenas com instrutor experiente e é um ótimo exercício de trabalho em equipe. Risco médio, adrenalina garantida.

Escalada: Ascender verticalmente, seja em ângulo positivo ou negativo, um obstáculo como uma rocha, ravina ou penhasco exige uma preparação e treinamento específico e jamais deve ser praticado sozinho. Considerada de alto risco.

Rapel: Técnica vertical de descida de um paredão ou vão livre em ângulo positivo ou negativo, com o auxílio de cordas e outros equipamentos para a descida de paredões e até cachoeiras (atividade conhecida como "cascading" ou cachoeirismo), criada a partir das técnicas do alpinismo. Requer treinamento especializado e estrutura de segurança. Alto risco e forte adrenalina, praticada essencial e obrigatóriamente em equipe.

Trekking: Caminhada em trilhas planilhadas ou não, marcadas ou fechadas, em montanhas, florestas, bosques ou descampados, buscando alcançar mirantes, belas paisagens, cavernas, cachoeiras ou pelo simples prazer da travessia de um determinado trajeto pré-estabelecido. Pode levar horas ou até mesmo dias, o que exige um mínimo de condicionamento físico e jamais deve ser praticado sozinho e sem os equipamentos mínimos e essenciais como água, bússola e vestimentas adequadas, especialmente em locais isolados e de difícil acesso. Se observados esses pontos, a prática é considerada de baixo para médio risco.

Tirolesa: Atividade que utiliza basicamente um cabo aéreo ancorado horizontalmente entre dois pontos, pelo qual o praticante se desloca através de roldanas especiais conectadas a uma cadeira de alpinismo. Praticada em campo aberto a tirolesa é um dos esportes de aventura mais seguros e emocionantes, pois permite sentir a emoção de voar contemplando a natureza sem exigir praticamente nenhum esforço físico. Baixo risco.

Diving: O mergulho é a submersão em lagos naturais ou não, em mar aberto ou abrigado e pode ser praticado em modalidade de “Mergulho Livre” (com snorkel ou em apnéia) e “Autônomo” (Scuba ou com cilindro). Qualquer modalidade do mergulho deve ser feita após cursos com acompanhamento de profissionais capacitados e experiêntes e de prefefência em grupos. Considerado de baixo esforço físico e risco médio se observadas todas as instruções de segurança.

A “caça-submarina” feita com equipamentos de mergulho e arpão, hoje também é considerada um esporte, ainda que seja oriunda da prática da “pesca submarina” como meio de subsistência, que inclusive ainda é praticada em algumas regiões do Brasil. Sempre considerada de alto risco.

Caving: Trata-se de um "ramo" da espeleologia, o Caving ou espeleoturismo é uma modalidade de turismo de aventura que incursiona em cavidades subterrâneas (cavernas ou grutas) com objetivo estritamente de observação, contemplativo ou de travessia, objetiva, nos casos em que é permitido, tirar fotos de espeleotemas (estalactites, estalagmites, cortinas, colunas, etc.), salões, corredores e até sítios paleontológicos, arqueológicos e históricos, além da grande diversidade biológica cavernícola.

Outras atividades como Wikiboard, Parapent, Vôo livre e até o Surf são conhecidas atividades de aventura e logo vou definir sua prática aqui também!

ATENÇÃO:

Cabe lembrar que a prática de qualquer esporte envolve riscos, especialmente os considerados de aventura ou que exigem maior esforço físico, portanto, consulte seu médico antes de praticar! Procure estar sempre acompanhado de alguém experiente, além de ser mais agradável é mais seguro, ou ainda, participe de cursos que o qualifiquem para o esporte que pretende.

Até a próxima!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa página no facebook.com/soldieradventures e siga-nos também no twitter.com/soladventures para saber mais sobre "Off Road", "4x4", "Expedições", "Viagens de Aventura", "Trips Outdoor", "Atividades para empresas" ou "treinamento corporativo" e outras atividades na natureza!